Mês: maio 2010

A carta suicida

Cansei de ser carta. Das cartas que fui, tornei-me um pedaço de todos aqueles sentimentos que em mim foram escritos: amantes desamados tentando transcrever seus desesperos, diplomatas vaidosos tentando iniciar e depois parar uma guerra, amigos solitários que buscavam que o passado lhes desse algum futuro, pais saudosos esperando notícias de seus filhos distantes. Todas…

Por petrusem 27 de maio de 2010 0

A carta suicida

Cansei de ser carta. Das cartas que fui, tornei-me um pedaço de todos aqueles sentimentos que em mim foram escritos: amantes desamados tentando transcrever seus desesperos, diplomatas vaidosos tentando iniciar e depois parar uma guerra, amigos solitários que buscavam que o passado lhes desse algum futuro, pais saudosos esperando notícias de seus filhos distantes. Todas…

Por Petrus Evelyn 27 de maio de 2010 0

Anjos da tortura

Acordo sendo jogado em uma cadeira elétrica. Não aquelas cadeiras elétricas comuns para criminosos, mas uma cadeira de tortura, com a eletricidade regulada para fazer a pessoa sofrer, mas jamais morrer. Não sei quem são meus algozes, eu estava dormindo e… espera, eu estava dormindo? Não consigo lembrar da última vez que fechei os olhos…

Por Petrus Evelyn 3 de maio de 2010 0

Anjos da tortura

Acordo sendo jogado em uma cadeira elétrica. Não aquelas cadeiras elétricas comuns para criminosos, mas uma cadeira de tortura, com a eletricidade regulada para fazer a pessoa sofrer, mas jamais morrer. Não sei quem são meus algozes, eu estava dormindo e… espera, eu estava dormindo? Não consigo lembrar da última vez que fechei os olhos…

Por petrusem 3 de maio de 2010 0