Categoria: amor

Amores imaginários, corações despedaçados

O cérebro não sabe diferenciar realidade de fantasia. É por isso que às vezes misturamos o toque de um celular com um sonho e, ao acordarmos, não sabemos se estamos dormindo ou acordados. Uma situação não tão interessante é passar meses e anos mantendo um amor imaginário com alguém que não está mais com a…

Por Petrus Evelyn 19 de novembro de 2016 0

A angústia do fim do relacionamento

Sentir angústia pelo fim do relacionamento ocorre, principalmente, porque as pessoas criaram vários contextos em que o outro estava presente: assistir filmes juntos, caminhar juntos, fazer refeições juntos. Mas agora que o namoro/casamento acabou, a mente sente falta da companhia de tantas atividades realizadas. Assim surge a angústia, o desespero. No desespero – e este…

Por Petrus Evelyn 16 de novembro de 2016 0

Como o fim do meu namoro me ensinou a superar novos términos

O que mais me admira em Freud foi sua coragem para abrir seu coração, em seus livros, e expor sua vida para seus leitores. Isso tornou seus textos muito mais interessantes e vivos. Por isso quero abrir meu coração também, para tornar-me mais perto dos meus leitores. Recentemente terminei um relacionamento muito especial para mim…

Por Petrus Evelyn 14 de novembro de 2016 0

Qual é o foco em seu relacionamento?

Muitas vezes, o foco dos namorados são apenas os defeitos do outro e jamais suas qualidades. Podemos ser extremamente detalhistas ao falar sobre porque determinado defeito (do outro, sempre) está destruindo o namoro. Relacionamentos amorosos são feitos por duas pessoas e dificilmente apenas um deles pode destruí-lo (apesar de acontecer, é claro). Mas muitos bons…

Por Petrus Evelyn 26 de maio de 2015 0

Análise psicológica de um coração partido (parte 3) ou porque é tão difícil superar um amor perdido

Na primeira parte da série “Análise psicológica de um coração partido” fiz considerações sobre porque gostamos de quem gostamos e respondi algumas perguntas sobre porque certas coisas acontecem e que acabam afastando as pessoas. Na parte dois, analisei os motivos que levam as pessoas, em diversos casos, a gostarem de pessoas que sempre estão ausentes…

Por Petrus Evelyn 19 de fevereiro de 2013 0

Análise psicológica de um coração partido (parte II) ou porque gostamos de quem nunca aparece?

Há cerca de um ano escrevi um texto com o título “Análise psicológica de um coração partido ou porque gostamos de quem gostamos”, na qual fazia uma análise comportamental dos meios que nos levam a se apaixonar por uma pessoa. Em outra oportunidade conto mais sobre o caso da primeira parte (hehe). Hoje quero falar…

Por Petrus Evelyn 9 de novembro de 2012 0

Análise psicológica de um coração partido ou porque gostamos de quem gostamos

Uma vez li que Freud foi muito corajoso em interpretar seus próprios sonhos no seu livro “A interpretação dos sonhos”. Esta é a ideia que eu já tinha sobre a profissão do escritor: ele precisa ser corajoso para falar de absolutamente tudo, principalmente sobre sua própria vida. Como tenho interesse sobre os dois assuntos (psicologia…

Por Petrus Evelyn 24 de junho de 2011 0

Análise psicológica de um coração partido ou porque gostamos de quem gostamos

Uma vez li que Freud foi muito corajoso em interpretar seus próprios sonhos no seu livro “A interpretação dos sonhos”. Esta é a ideia que eu já tinha sobre a profissão do escritor: ele precisa ser corajoso para falar de absolutamente tudo, principalmente sobre sua própria vida. Como tenho interesse sobre os dois assuntos (psicologia…

Por petrusem 24 de junho de 2011 0