Categoria: contos

Caros eleitores otários

Meus caros eleitores otários. Peço-lhes um momento de atenção para fazer o meu pronunciamento sincero de candidato a cargo público. Caso eleito, não pretendo fazer nada além de enriquecer à custa do dinheiro desviado de impostos pagos por vocês. Sim, vocês me colocarão aqui para roubá-los. Vocês não me conhecem, não sabem como e onde…

Por petrusem 7 de setembro de 2010 0

Caros eleitores otários

Meus caros eleitores otários. Peço-lhes um momento de atenção para fazer o meu pronunciamento sincero de candidato a cargo público. Caso eleito, não pretendo fazer nada além de enriquecer à custa do dinheiro desviado de impostos pagos por vocês. Sim, vocês me colocarão aqui para roubá-los. Vocês não me conhecem, não sabem como e onde…

Por Petrus Evelyn 7 de setembro de 2010 0

Juízo

– É difícil estar aqui, confesso que é extremamente difícil estar nesta vida, mas eu tento. Por favor, preciso de outra chance, faço qualquer coisa para que… para que o senhor possa me dar outra oportunidade. O Senhor caminhava de um lado para o outro, pensativo. Perguntou por fim o que ele faria com mais…

Por Petrus Evelyn 7 de agosto de 2010 0

Juízo

– É difícil estar aqui, confesso que é extremamente difícil estar nesta vida, mas eu tento. Por favor, preciso de outra chance, faço qualquer coisa para que… para que o senhor possa me dar outra oportunidade. O Senhor caminhava de um lado para o outro, pensativo. Perguntou por fim o que ele faria com mais…

Por petrusem 7 de agosto de 2010 0

O homem ordinário

Conto-lhes agora sobre um homem que conheci. Não lembro o seu nome ou onde o encontrei, mas isso não importa quando somos todos iguais. Este homem era um pouco de tudo, não era quase nada. Também não era velho, nem moço, nem muito sábio ou de todo ignorante. Era um homem ordinário que queria apenas…

Por petrusem 26 de julho de 2010 0

O homem ordinário

Conto-lhes agora sobre um homem que conheci. Não lembro o seu nome ou onde o encontrei, mas isso não importa quando somos todos iguais. Este homem era um pouco de tudo, não era quase nada. Também não era velho, nem moço, nem muito sábio ou de todo ignorante. Era um homem ordinário que queria apenas…

Por Petrus Evelyn 26 de julho de 2010 0

O revolucionário do fim do mundo

Abaixo as máquinas fotocopiadoras. Abaixo as cópias ambulantes. Abaixo os clones. Abaixo os ditos populares. Abaixo o senso comum. Abaixo as citações. Abaixo a fama. Abaixo os influenciados. Abaixo a eternidade! O Revolucionário escrevia tudo que mais odiava em seu caderno. Abaixo a quem acredita em minhas palavras! Abaixo a quem acredita nas próprias palavras!…

Por petrusem 3 de junho de 2010 0

O revolucionário do fim do mundo

Abaixo as máquinas fotocopiadoras. Abaixo as cópias ambulantes. Abaixo os clones. Abaixo os ditos populares. Abaixo o senso comum. Abaixo as citações. Abaixo a fama. Abaixo os influenciados. Abaixo a eternidade! O Revolucionário escrevia tudo que mais odiava em seu caderno. Abaixo a quem acredita em minhas palavras! Abaixo a quem acredita nas próprias palavras!…

Por Petrus Evelyn 3 de junho de 2010 0

A carta suicida

Cansei de ser carta. Das cartas que fui, tornei-me um pedaço de todos aqueles sentimentos que em mim foram escritos: amantes desamados tentando transcrever seus desesperos, diplomatas vaidosos tentando iniciar e depois parar uma guerra, amigos solitários que buscavam que o passado lhes desse algum futuro, pais saudosos esperando notícias de seus filhos distantes. Todas…

Por Petrus Evelyn 27 de maio de 2010 0

A carta suicida

Cansei de ser carta. Das cartas que fui, tornei-me um pedaço de todos aqueles sentimentos que em mim foram escritos: amantes desamados tentando transcrever seus desesperos, diplomatas vaidosos tentando iniciar e depois parar uma guerra, amigos solitários que buscavam que o passado lhes desse algum futuro, pais saudosos esperando notícias de seus filhos distantes. Todas…

Por petrusem 27 de maio de 2010 0