O maior problema das empresas brasileiras (e piauienses)

O maior problema das empresas brasileiras (e piauienses)

23 de fevereiro de 2019 0 Por petrusem

Assistindo a uma aula de finanças com Tiago Reis, da Suno Research, vi um comentário seu a respeito da falta de conhecimento das empresas nessa área. Elas sempre tinham muitos problemas com as finanças. Porém, questionado sobre quais outras áreas tinham grande deficiência, ele respondeu: “TODAS”.

É, quem trabalha com empresas, como eu, sabe como a grande maioria tem problemas em várias áreas e isso não necessariamente é por culpa da empresa e sim porque o mercado não tem profissionais suficientes para suprir a necessidade.

Veja, por exemplo, uma área bastante ampla: vendas. Encontrar um excelente vendedor, treinado e experiente, que seja um grande comunicador, é praticamente impossível para qualquer empresa. Geralmente o que os empresários buscam é alguém que tenha tendências para se desenvolver nessa área e investem nele.

É claro que, em alguns casos, é realmente falta de visão do empresário. Ele não tem ninguém, mas também não treina ninguém. Aí fica bastante complicado.

Em um estado em que a mão de obra qualificada é escassa, como o Piauí (mas sei que o Brasil, como um todo, não é muito diferente), o empreendedor precisa ser muito dinâmico e visionário. Treinar, enquanto ele próprio sabe fazer de tudo um pouco (o empresário aqui, principalmente o pequeno, não se pode dar ao luxo de ficar apenas na gestão da empresa).

Isso, no entanto, serve para criar uma mente mais dinâmica em relação ao mercado: adaptar-se para sobreviver, eis uma máxima que valoriza bastante o empreendedor e o ensina a crescer mesmo nos ambientes mais difíceis.